Página Inicial
  Quem Somos
  Acordos e Convenções
   de Natureza Econômica
  Acordos e Convenções
   Horário de Trabalho
  Associe-se
  Assessoria Jurídica
  Atendimento    Odontológico
  Base Territorial
  Certificado REPIS
  Contribuições On-line
  Cartão Comerciário /   Convênios
  Colônia de Férias
  Clube dos Comerciários
  Diretoria
  Galeria de Fotos
  Homologações
  Informativo / Jornal
  Notícias
  Quadro de Acordo
   de Compensação
  Sede / Escritórios
   Regionais
  Fale Conosco
 
 
 
 

Notícias

Dirigentes da UGT/SP aprovam por unanimidade “Carta de Tupã” e define calendário de lutas contra as reformas
De 23/06/2017 à 26/06/2017


A União Geral dos Trabalhadores do Estado de São Paulo (UGT/SP) realizou no dia 22 de junho, no Clube dos Comerciários de Tupã, Seminário Estadual que discutiu a conjuntura atual do país, os reflexos das reformas trabalhista e previdenciária patrocinadas pelo governo e um calendário de lutas da Central para barrar essas medidas tão prejudiciais aos brasileiros.

Representando várias categorias, participaram do Seminário 311 dirigentes.  Na abertura, Luiz Carlos Motta, presidente da UGT-SP e da Fecomerciários, agradeceu a todos pela participação e envolvimento no evento. “Contamos com o engajamento de todos os nossos filiados nesta nova etapa da UGT Estadual. O momento de crise e instabilidade do País não permite mudanças que afetem a classe trabalhadora. É preciso haver um intenso debate. Nossa Central entende que a reforma trabalhista representa forte retrocesso nas relações capital e trabalho; fere a dignidade humana, amplia as desigualdades sociais e enfraquece os sindicatos”.

Ricardo Patah, Presidente Nacional da UGT, parabenizou Motta por valorizar o interior do Estado ao realizar o seminário em Tupã. “Não somente a Capital deve ser protagonista, mas o Interior também. Eu me orgulho de poder estar dialogando com todos vocês nesta reunião em prol da nossa unidade. É muito importante esta unidade com dezenas de categorias reunidas, para construirmos o que é de melhor para nossos representados, não podemos nos ausentar. Viva a UGT”.

Por sua vez, o Vereador Amauri Mortágua, Presidente do Sincomerciários de Tupã, disse: “Agradeço a presença de todos os dirigentes. A realização do evento, de muito sucesso, representa renovação de ânimo e disposição de luta na defesa dos interesses de nossa população contra as reformas trabalhistas e previdenciária”.

O Seminário vai ao encontro do chamado das Centrais para as manifestações de 20 a 30 de junho, que culminará com uma nova mobilização geral em defesa dos direitos sociais e trabalhistas. Nesse período, o foco é ampliar a mobilização em todos os Sindicatos, cidades e Estados, reforçando o contato com deputados federais e senadores para barrar as reformas.

Carta de Tupã e Manifestações Regionais

Os 311 dirigentes credenciados no evento, aprovaram por unanimidade a "Carta de Tupã". O documento, com 15 resoluções, traz o posicionamento da entidade contra as reformas neoliberais do governo, a defesa dos direitos dos trabalhadores e as ações para fortalecimento da Central.  

Para elaboração do teor da Carta, e sua aprovação, os dirigentes se reuniram em grupos regionais, quando também elaboraram o calendário de luta contra as reformas. Ficou decidido que serão realizadas, no dia 30 de junho, manifestações regionais organizadas pela Central em São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

O Presidente, Vereador Amauri, afirmou que “a ‘Carta de Tupã’, aprovada no Mini Seminário, retrata com propriedade a posição das entidades filiadas a UGT -SP e significa um marco seguro de nossa luta”.

No encerramento do seminário, o presidente da UGT-SP e da Fecomerciários, Luiz Carlos Motta, anunciou várias medidas para fortalecimento da entidade, como sua reestruturação, com criação de estrutura de comunicação e amplo funcionamento de Secretarias, redesenho das regionais, maior frequência de reuniões e arregimentação de novos sindicatos para ampliar sua representatividade no Estado.

Na carta, é possível encontrar o seguinte trecho: Unida, participativa e mobilizada no Congresso Nacional, na mídia e na sociedade em geral, a UGT/SP reitera a sua posição de exercer um sindicalismo de resistência. Esta resistência conjunta com as suas entidades filiadas não se opõe à atualização das relações de trabalho. Repudia, entretanto, as práticas antissindicais e toda e qualquer forma de precarização e retirada de direitos trabalhistas e previdenciários”. São 15 propostas que compõe a Carta.

 

Muryllo Simon

Assessoria de Comunicação – Sincomerciários Tupã

Com informações da Fecomerciários.

 


Veja outras notícias
 
 
 
 
 
 
 
 
Base Territorial: Adamantina - Arco-Íris - Bastos - Flora Rica - Flórida Paulista - Herculândia - Iacri - Inúbia Paulista - Lucélia - Mariápolis
Osvaldo Cruz - Parapuã - Pracinha - Queiroz - Quintana - Rinópolis - Sagres - Salmourão - Tupã


Sede: Rua Guaianazes 596, Centro - Tupã / SP - Fone (14) 3496-4535 - E-mail: sincomerciarios@sincomerciariostupa.org.br
Esc. Reg: Rua Salgado Filho 150, Sala 5 - Osvaldo Cruz / SP - Fone (18) 3528-7529 - E-mail: osvaldocruz@sincomerciariostupa.org.br
Esc. Reg: Al. Navarro de Andrade 429, Adamantina / SP - Fone (18) 3522-3937 - E-mail: adamantina@sincomerciariostupa.org.br
Sede Recreativa: Clube dos Comerciários - Rua Aimorés, 811 - Centro - Tupã / SP - Fone (14) 3441-5082 - E-mail: clube@sincomerciariostupa.org.br